Porsche Carrera Cup Junior Program leva a Interlagos estrutura de uma etapa regular da categoria

Processo seletivo que premiará três jovens pilotos com bolsas no valor total de R$ 780 mil começa nesta segunda-feira (19)

RAFA CATELAN - LIVE RACING 

Começa nesta segunda-feira (19), em São Paulo, o Junior Program, processo seletivo para jovens pilotos com mais expressiva distribuição de prêmios na história do automobilismo brasileiro. O Programa será dividido em quatro dias de testes, sendo dois para testes físicos e cognitivos e dois para testes em pista, no autódromo de Interlagos. 

Para fazer jus a uma seletiva de tamanha importância a Porsche Cup disponibilizará para esse evento a mesma estrutura e programação de uma etapa do seu calendário oficial. Na prática, o Junior Program é encarado pela categoria como sua décima etapa no calendário 2018.

O time de especialistas aprontou para as atividades de pista oito dos carros de corrida mais produzidos no planeta. Os finalistas do Junior Program terão à disposição os mesmos carros da geração “991-I” que disputavam a classe Cup em 2017 e que neste ano vão concorrer na Carrera Cup 3.8. À exceção dos carros da geração “991-II”, que estreiam nesta temporada, são os bólidos de corrida mais modernos em atividade nas pistas brasileiras.

O conceito de avaliação do Junior Program segue a isonomia de equipamento que pauta a Porsche Cup desde sua fundação em 2005. Os equipamentos são rigorosamente idênticos, para que a pilotagem faça a diferença. Por essa razão, da frota de oito carros disponíveis para as atividades, serão selecionados os quatro que apresentarem performance mais similar nas atividades de shakedown realizadas pelos pilotos consultores da categoria antes dos finalistas irem para a pista.

Também estarão à disposição dos jovens postulantes 40 jogos de pneus Michelin, sendo doze deles zero –ou seja, cada piloto terá o direito de usar um jogo de pneu novo durante as atividades. A categoria vai levar para pista dois mil litros de combustível Shell V-Power Racing e um total de cinquenta profissionais do staff. Vale lembrar que a Porsche Cup vai distribuir R$ 780 mil em bolsas para os três primeiros colocados, sendo metade dessa soma ao vencedor.

A banca multidisciplinar encarregada do julgamento dos competidores vai avaliar aspectos diversos do desempenho dos jovens. Não serão premiados, necessariamente, os mais rápidos nem os mais experientes. Mas aqueles que forem considerados os mais promissores para no futuro serem indicados à etapa global do processo seletivo da Porsche, concorrendo a uma vaga como piloto de fábrica da marca.

Nessa linha, é importante ressaltar que os doze finalistas, entre 16 e 24 anos, têm os mais variados perfis, como por exemplo: pilotos com passagem em carro de fórmula, outros em categorias de turismo e principalmente uma grande quantidade vinda do kart. Isso ilustra que o Junior Program além de possibilitar uma carreira em carros de GT surge como alternativa para promover a transição do kartismo para as corridas de automóvel.


Confira abaixo a programação dos quatro dias de atividades do Junior Program 2018:

Segunda, 19/02:

- Testes físicos no laboratório sportslab (rua tabapuã), das 7h às 14h

- Teste de VO2 max

- Testes de força

- Teste de resistência



Terça, 20/02:

- Testes cognitivos na sede da Porsche GT3 Cup, das 8h às 17h

- Testes de reação

- Testes de visão em profundidade

- Briefing do carro e dos testes de pista



Quarta, 21/02:

- Testes na pista

- 3 sessões de teste na pista, simulando o primeiro dia de um fim de semana de corrida

- Coletiva de imprensa simulada a partir das 17h



Quinta, 22/02:

- Testes de pista

- Simulação de classificação e simulação de corrida

- Encerramento (confraternização no fogo de chão)

Comentários

Postagens mais visitadas