Focado no automobilismo: o novo Porsche 911 GT3 RS




Stuttgart. O departamento de motorsport da Porsche está apresentando a última atração criada em Weis-sach no Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça: o 911 GT3 RS com chassi de competição e equipado com motor naturalmente aspirado de quatro litros e alta rotação com 383-kW (520 cv). O novo carro esportivo de alto desempenho é baseado no 911 GT3, que foi refinado ainda mais para combinar o motor de maior desempenho com um acerto do sistema de propulsão in-cluindo também esterçamento do eixo traseiro recalibrado para alcançar o máximo dinamismo e precisão. O 911 GT3 RS acelera de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos, atingindo uma velocidade máxima de 312 km/h. Juntamente com os lançamentos do 911 GT3 e do 911 GT2 RS, esta será a terceira vez em um ano que a Porsche irá mostrar um modelo esportivo GT aprovado para uso na estrada.

Aerodinâmica e interior baseados no acabamento de competição
A aerodinâmica foi determinante no design da larga carroceria com peso otimizado e sua clássica asa traseira rígida. O visual de corrida continua no interior, com bancos tipo concha feitos de car-bono para proporcionar um apoio lateral seguro em resposta ao alto nível dinâmico de condução. Os painéis das portas em cores claras com redes porta-objetos e alças de abertura, o isolamento sonoro reduzido e a nova tampa traseira de baixo peso reforçam ainda mais a consistência das escolhas de materiais.

Com 520 cv, o mais potente motor naturalmente aspirado
O motor de quatro litros e seis cilindros naturalmente aspirado da Porsche usado no novo 911 GT3 RS impulsiona o carro esportivo a novos limites: o novo motor entrega 15 kW (20 cv) além do que o utilizado no modelo anterior e no 911 GT3. Juntamente com uma faixa de rotações al-cançando até 9.000 rpm, ele é a escolha ideal como um motor esportivo puro sangue. Combina-do com a caixa de câmbio PDK de dupla embreagem e sete velocidades, especialmente calibra-da, este motor de alta performance garante um impressionante desempenho de condução.

Chassi com inspiração no automobilismo esportivo e pacote Clubsport
A tecnologia saída diretamente das pistas garante que o chassi ofereça um dinamismo de condu-ção excepcional. Juntas esféricas em todos os braços da suspensão proporcionam uma precisão ainda maior que as buchas elastocinemáticas convencionais. Rodas de liga leve com 20 polega-das e pneus esportivos 265/35 com novo desenvolvimento no eixo dianteiro incrementam a agilidade e o comportamento da direção, enquanto rodas de 21 polegadas com pneus 325/30 no eixo traseiro melhoram a tração.

Como em todos os atuais carros esportivos GT da Porsche, o pacote Clubsport também está disponível para o 911 GT3 RS sem custo adicional. O pacote inclui santo Antônio, extintor de in-cêndio manual, preparação para interruptor de desconexão da bateria e um cinto de segurança de seis pontos para uma utilização em condições de pista.

Pacote Weissach e rodas de magnésio para redução de peso
Para clientes especialmente arrojados, o departamento de esporte motor da Porsche criou o pacote opcional Weissach, para uma redução de peso ainda maior. O pacote inclui componentes adicionais de carbono para o chassi, interior e exterior, assim como rodas de magnésio opcionais. Em sua configuração mais leve, esse pacote reduz o peso do 911 GT3 RS para 1.430 quilos.

Lançamento no mercado e preços
O 911 GT3 RS já está disponível para encomendas. Na Alemanha, o preço será de EUR 195.137, incluindo o VAT (imposto de valor adicionado) e equipamentos específicos para o país.

O modelo também será comercializado no mercado brasileiro. A previsão de chegada no país é no terceiro semestre de 2018. Preços e pacotes ainda não foram definidos.

Acesse também nossa página oficial do Insta-gram: @porschebrasiloficial #porschebr

Sobre a Porsche
A Porsche Brasil com sede em São Paulo, é a primeira subsidiária Porsche na América Latina, tendo a sua operação iniciada em julho de 2015. A rede Porsche no Brasil está presente nas se-guintes praças: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Campinas, Florianópolis, Brasília e Ribeirão Preto.












Comentários